Falha de impermeabilização na laje de subpressão do Villa Borghese

3º SubSolo alagado área sob o San Marco

Em 13-04-2010, o vazamento da laje de subpressão do Villa Borghese continua em grande quantidade, mesmo após o abrandamento das chuvas.

O 3º subsolo do Villa Borghese vem sendo interditado pela administração em cartazes colocados nos elevadores, reconhecendo, mas não esclarecendo, os problemas que levaram a essa medida.

Como se sabe, as fortes chuvas combinadas com a maior amplitude de maré, em forte ressaca, resultaram numa excepcional elevação do nível do lençol freático ( água do subsolo ), pressionando a laje de subpressão do Villa Borghese, localizada sob o piso do 3º subsolo, que tem a função conferir estanqueidade às estruturas subterrâneas da edificação. Este importante sistema de impermeabilização falhou.

Com isso o poço dos elevadores encheu a ponto de alagá-los quando chegavam ao 3º subsolo. Por isso, tiveram que ser interditados, voltando a funcionar depois que a água foi retirada pelos funcionários da Aterpa.

Abaixo, se pode ver um vídeo do funcionário da Aterpa retirando a água a baldes, sob os olhares atentos do pessoal da Atlas-Schindler, que preferia interditar mas certamente não se responsabilizará por qualquer defeito apresentado pelos elevadores nessas condições de operação.

Em outro vídeo se vê que não é apenas água que brota das paredes, mas um líquido colorido que se acredita oriundo do material impermeabilizante, indicando sua completa degradação.

O alagamento dos terrenos adjacentes ( bosque, creche/escola ), atualmente cercados pela massa falida, só faz piorar a situação.

15–04-2010 Funcionário da Aterpa desontope drenos de água do ençol freático.

Interdição de Elevadores para esgotamento de água do lençol freático infiltrada nos poços pelo 3º subsolo


A água flui no perímetro da maioria das colunas, na junção com o piso. Estes vazamentos foram mapeados e fotografados no último dia 8, e continuaram mesmo após uma secagem improvisada pelo pessoal da limpeza.

Mapa de infiltrações do 3º subsolo

Nas fotos “B” e “C”, se vê que a água do lençol freático está minando na junção do piso com as paredes localizadas ao longo do Bosque vizinho, começando na curvatura que acompanha a terminação circular da rua Paulo Viana de Araujo Filho.

3º SubSolo agua vazando na juntoa do piso com parede

Infiltração de agua no piso do 3º SubSolo

Contrapiso é como chamam a camada de cimento polido colocada sobre as lajes de garagem. No 3º piso essa camada está sobre a laje de subpressão (aquela que contém o lençol freático). Em todo o 3º subsolo muita água brota também pelas rachaduras do contrapiso.

Infiltração de agua no piso do 3º SubSolo

As fotos “E”, “F” e “G” mostram o vazamento na junção do contrapiso com a parede situada ao longo da área destinada às escolas que,vale lembrar, assim como o bosque,  está com acesso interditado e sem manutenção, e certamente devem estar inundadas.

Infiltração de agua no piso do 3º SubSolo

Infiltração de agua no piso do 3º SubSolo

Infiltração de agua no piso do 3º SubSolo

áreas destinadas a escola, creche e bosque em video gravado no mesmo dia das fotos acima.